Conecte-se Conosco

Saúde

Mês de combate ao câncer: médico patologista é o responsável pelo diagnóstico

Publicado

em

Sociedade Brasileira de Patologia alerta para a carência de profissionais dessa área no Brasil, o que pode prejudicar a efetividade do tratamento e o diagnóstico precoce dos pacientes oncológicos 

Em fevereiro, reconhecido mundialmente como o mês de combate ao câncer, a Sociedade Brasileira de Patologia (SBP) alerta a sociedade civil, comunidade científica e poder público sobre o impacto da baixa disponibilidade de médicos patologistas no diagnóstico precoce da doença. Segundo a entidade, a falta desses profissionais no Brasil ameaça o rastreamento de todos os tipos de câncer, como os de próstata, mama, pele, cólon e reto, colo do útero, cavidade oral e pulmão, além de diversas outras doenças. Quanto mais rápido for feito o diagnóstico, maiores as chances de cura. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), cerca de 80% das crianças e adolescentes acometidos pela doença, por exemplo, podem ser curados se diagnosticados e tratados precocemente.

Segundo o relatório “Demografia médica no Brasil”, feito pela Faculdade de Medicina da USP, os patologistas no Brasil correspondem a 0,8% dos médicos especialistas no País. Atualmente, o Brasil conta com apenas 1,79 médico patologista para cada 100 mil habitantes, quando o ideal seria uma proporção de seis patologistas para cada 100 mil habitantes, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde).

O patologista analisa tecidos retirados por biópsia ou removidos em cirurgia para fazer o diagnóstico preciso de um câncer — sendo esse passo essencial para sinalizar a escolha do melhor tratamento e para a cura em cada caso. Também é o patologista que classifica os tumores como benignos ou malignos, qual o seu subtipo e em que estágio de evolução se encontra.

O diagnóstico precoce de câncer tem estado em evidência por conta da divulgação de casos em pessoas famosas — que, ao revelarem sua condição, acabam contribuindo para os esforços de identificação dos tumores malignos, os tratamentos e as eventuais curas. Casos recentes, como o da influenciadora Fabiana Justus, filha do publicitário Roberto Justus (diagnosticada com leucemia mieloide aguda), e o do Rei Charles (diagnosticado com um câncer por ora não detalhado pela coroa britânica), chamam a atenção das pessoas para a maior conscientização sobre os sintomas e os fatores de risco das doenças, além de ressaltar a necessidade de um diagnóstico oncológico precoce — o que passa necessariamente pelo trabalho dos patologistas.

“Em uma equipe multidisciplinar para tratamento de câncer formada, por exemplo, por ginecologistas, oncologistas, hematologistas e urologistas, é o patologista quem conduz a investigação diagnóstica para determinar se o paciente passará por quimioterapia, radioterapia ou imunoterapia. É ele que vai dizer se o câncer é mais ou menos agressivo e estimar as chances de cura”, explica o presidente da SBP, Dr. Clóvis Klock. “A jornada oncológica começa sempre com o patologista e dele depende para ser bem-sucedida”, completa.

Além da carência de médicos patologistas, a SBP menciona a reduzida cobertura dos procedimentos pelo SUS e a remuneração pouco atrativa desses profissionais em relação aos seus pares de outras especialidades como fatores que levam a uma demora no diagnóstico oncológico. “A baixa remuneração acaba impedindo que os procedimentos sejam ofertados com qualidade, já que o SUS muitas vezes não cobre sequer os custos de equipamentos e materiais básicos”, destaca o presidente da SBP. Outro obstáculo é a idade média dos profissionais, superior a 50 anos. “Estamos sobrecarregados e não temos substitutos”, acrescenta.

No fim de 2022, a SBP encaminhou ao Ministério da Saúde um ofício solicitando alterações nos parâmetros de codificação e remuneração do SUS para a Patologia. Segundo o documento, a defasagem dos valores chega a seis anos, decorrente de um hiato de 13 anos sem reajustes.

Continue lendo

Saúde

Suplemento Fiki Serenity (Fiki Bem) ganha reconhecimento como produto líder no alívio da ansiedade no Brasil

Publicado

em

De

Oferencendo uma solução natural e eficaz para aqueles que lutam contra o fardo da ansiedade. Este artigo traz uma visão abrangente do Fiki Serenity, explorando sua formulação única, a ciência por trás de seus ingredientes e os benefícios que ele oferece para aliviar os sintomas de ansiedade. Ao compreender o impacto da ansiedade na saúde mental e aprofundar-se em depoimentos reais de usuários, este artigo pretende lançar luz sobre o potencial do Fiki Serenity na promoção da serenidade e do bem-estar emocional.

Num mundo onde o stress e a ansiedade parecem companheiros constantes, Fiki Serenity surge como um aliado promissor na batalha pela paz mental e emocional. Este suplemento oferece uma mistura única de ingredientes cuidadosamente elaborados para aliviar as garras da ansiedade e promover uma sensação de calma.

Este artigo pretende mergulhar no mundo da ansiedade, explorando o seu impacto na saúde mental e apresentando a solução inovadora que é o Fiki Serenity. Ao compreender os principais ingredientes e a investigação científica por detrás deste suplemento, procuramos descobrir os benefícios que oferece para aqueles que procuram alívio natural da ansiedade e melhoria do bem-estar emocional.

A ansiedade é como ter mil abas abertas em sua mente, cada uma clamando por atenção e causando um turbilhão de preocupação e mal-estar. É esse sentimento implacável de apreensão e medo que pode prejudicar sua saúde mental e seu bem-estar geral.

A ansiedade não se limita a fazer você se sentir nervoso; pode lançar uma sombra sobre todos os aspectos da sua vida. Desde afetar o sono e a concentração até a erosão da autoconfiança, a ansiedade pode ser um inimigo formidável que precisa ser combatido.

Fiki Serenity tem um efeito poderoso com sua mistura de ingredientes naturais, como Triptofano, magnésio, niacina e piridoxina (vitamina b3 e b6). Esses ingredientes atuam sinergicamente para promover o relaxamento, reduzir o estresse mental e restaurar o equilíbrio da mente e do corpo.
Apoiados por pesquisas científicas, os ingredientes do Fiki Serenity demonstraram ter efeitos positivos nos níveis de ansiedade e estresse. Quer seja para acalmar o sistema nervoso ou melhorar o humor, estes ingredientes trazem um toque de ciência à arte do relaxamento.

Diga adeus a esses sentimentos estressantes e pensamentos acelerados com a abordagem natural do Fiki Serenity para o alívio rápido da ansiedade. Ao aproveitar o poder da natureza, este suplemento oferece uma forma suave e eficaz de encontrar serenidade no meio do caos da vida.

Da conquista do estresse diário à recuperação de uma sensação de paz mental e emocional, descubra as histórias de sucesso e o feedback daqueles que adotaram o Fiki Serenity como uma ferramenta para aliviar a ansiedade, acesse https://www.fikibem.com.br ou https://www.fikiserenity.com.br . Veja as experiências deles que podem inspirar você!

Continue lendo

Saúde

Os Benefícios do Botox na Harmonização Orofacial: Perspectivas e Tendências

Publicado

em

De

A procura pelo rejuvenescimento e simetria facial tem crescido, e o botox se apresenta como uma solução popular tanto para mulheres quanto para homens

O uso do botox, ou toxina botulínica, tem se destacado não apenas por sua eficácia no combate a rugas e linhas de expressão, mas também como uma ferramenta chave na harmonização orofacial, um procedimento estético que busca equilibrar as proporções e funcionalidades do rosto. Segundo especialistas, a demanda por esses tratamentos tem crescido significativamente, refletindo uma mudança nas atitudes em relação à estética facial e ao envelhecimento.

A harmonização orofacial é um conjunto de procedimentos estéticos que visam melhorar a simetria e a estética do rosto. “A toxina botulínica é uma das ferramentas mais eficazes nesse processo, pois permite ajustar a expressão facial, reduzir rugas e até modificar levemente contornos faciais através do relaxamento de músculos específicos”, explica Fernanda Galvão, dentista especializada em harmonização orofacial.

Os benefícios do botox vão além do rejuvenescimento. “Além de promover uma aparência mais jovem, o botox pode ajudar em problemas funcionais, como o bruxismo, que é o ranger de dentes, e a hiperatividade muscular, melhorando a qualidade de vida dos pacientes”, destaca a Dra. Galvão. Outro ponto é a prevenção de rugas futuras, já que a redução da atividade muscular evita o aprofundamento das linhas de expressão.

O mercado de estética facial tem visto um crescimento impressionante. Segundo a Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos, o número de procedimentos com toxina botulínica cresceu quase 40% nos últimos cinco anos, com investimentos que superam os 2 bilhões de dólares anualmente. Notavelmente, a procura masculina por botox também aumentou, refletindo uma mudança nas percepções culturais sobre homens e cuidados estéticos. “Hoje, cerca de 20% dos meus pacientes são homens, e a tendência é que esse número cresça ainda mais”, relata Dra. Galvão.

Onde Aplicar Botox para Harmonização Orofacial?

A aplicação de botox para fins de harmonização orofacial pode variar de acordo com as necessidades individuais do paciente. Áreas comuns incluem a região entre as sobrancelhas, ao redor dos olhos, testa, e até o pescoço. “Cada caso é único, e o planejamento do tratamento é crucial para alcançar resultados naturais e satisfatórios”, enfatiza Dra. Galvão.

A busca por tratamentos de harmonização orofacial com botox reflete um movimento maior em direção a procedimentos menos invasivos com resultados significativos. Com a tecnologia avançando e as técnicas refinando, o futuro da estética facial promete ainda mais precisão e personalização dos tratamentos.

Continue lendo

Saúde

“Ansiedade é normal e faz parte da nossa vida, mas devemos saber diferenciar quando ela se torna perigosa”, explica Doutora Giselda Ribeiro

Publicado

em

De

Nesta série de entrevistas que homenageia as mulheres do nosso país, entrevistamos a Giselda Ribeiro da Silva, nascida no Norte de Minas e atualmente residente em Contagem, tem se destacado no campo da saúde mental. Formada em Medicina pela Universidade Federal de Ouro Preto e pós-graduanda em Psiquiatria pela Cenbrap, Giselda dedica-se a transformar vidas por meio de uma abordagem integral no tratamento da ansiedade e depressão.

Sentir o coração disparar antes de uma apresentação na escola ou no trabalho, suar frio antes de uma entrevista de emprego ou quando está andando sozinho em uma rua deserta e escura, são sintomas de ansiedade normais e que acontecem em vários momentos da nossa rotina, muitas vezes intensa e corrida. Mas sentir isso de vez em quando é normal. Como saber que a ansiedade está saindo do limite?

A ansiedade passa a ser um problema quando a pessoa começa a ter problemas físicos e emocionais e perdas funcionais: não consegue trabalhar da maneira habitual e começa a produzir menos; não consegue mais ter uma sensação de vida plena e de realização de suas potencialidades. Explica a Médica.

Giselda trabalha na atenção primária em saúde mental e tem como missão ajudar pacientes a superar os desafios da ansiedade e depressão. Sua metodologia foca em identificar e tratar as causas profundas dos problemas mentais, desenvolvendo modelos de tratamento personalizados que respeitam as realidades de cada paciente. “Percebo uma boa resposta ao tratamento quando trabalho junto com os pacientes, entendendo suas vidas e adaptando as terapias às suas necessidades”, afirma.

A médica explica que a ansiedade é uma parte normal da vida, mas pode se tornar um transtorno de ansiedade generalizada (TAG) quando foge do controle, levando a pensamentos acelerados e sintomas físicos debilitantes. “A ansiedade excessiva impacta negativamente os relacionamentos, o trabalho e outras áreas da vida”, diz Giselda.

O Brasil é um dos países com os maiores índices de ansiedade no mundo. Nos pronto-socorros, é cada vez mais comum a chegada de pacientes em crise de ansiedade, refletindo um aumento alarmante desse transtorno no ambiente de trabalho. “Atendo pessoas que tinham vidas normais, mas que, devido a estresses intensos, traumas ou cobranças exageradas, desenvolveram ansiedade severa, resultando em prejuízos sérios em suas vidas”, explica a doutora.

Giselda defende tratamentos naturais como primeira linha de combate à ansiedade, sempre respeitando o estado de saúde de cada paciente.

Outro pilar do tratamento de Giselda é a reeducação dos padrões de pensamento. “Pensamentos negativos e convivência com pessoas que reclamam muito podem piorar a ansiedade. Ajudo meus pacientes a refletirem sobre suas mentalidades e a adotarem uma visão positiva do futuro”, diz.

Em casos onde a ansiedade é extrema e afeta a qualidade de vida, Giselda reconhece a necessidade de intervenção medicamentosa, sempre com a intenção de retirar o medicamento gradualmente, uma vez que o controle é alcançado.

Para ampliar seu alcance, Giselda atende pacientes de todo o Brasil por telemedicina, oferecendo suporte especializado e acessível a quem precisa, independentemente da localização.

Giselda Ribeiro da Silva acredita firmemente que a ansiedade pode ser controlada. “Merecemos uma vida mais leve e podemos ter o controle da nossa saúde mental com a ajuda certa. Todos merecemos ser felizes e aproveitar o momento presente sem o peso da ansiedade”, conclui a médica.

Para mais informações sobre a especialista no link abaixo.
https://www.instagram.com/dragiseldaribeiro?igsh=MXNta2s5MXVraXZtZw==

Continue lendo

Destaque