Conecte-se Conosco

Sem categoria

Sucesso da reestruturação do grupo InterAg: proprietária do ecossistema de fintechs “RentalCoins”

Publicado

em

A partir de maio, o Grupo InterAg apresentará uma nova estrutura operacional com quatro conselhos de administração distintos sendo criados para impulsionar a próxima fase de estabilização de crescimento do maior grupo econômico especialista em locação de criptomoedas do Brasil, dada a reestruturação realizada até abril de 2022 com contratos renegociados com vários locadores que perfazem aproximadamente 40% dos mais de 15 mil locadores ativos.

Desde março, a FINTECH já investe em um novo plano de negócios e vai ordenar todo o seu empreendimento por meio de conselhos de administração responsáveis por cada um pelo setor de aquisição, setor de incubação de relacionamento, setor de expansão e transformação de negócios, apresentando um modelo pioneiro no setor que se afasta da “estrutura tradicional tridimensional de serviços”, disseram as fontes, ao mesmo tempo em que fornecem um foco nítido nos parceiros, suas necessidades digitais em constante mudança e prazos de entrega mais rápidos para tratamento das demandas comerciais dos locadores.

‘O modelo operacional estará alinhado as necessidades do parceiro de negócios em cada etapa. Líderes que foram preparados (para este modelo) liderarão esses novos grupos”, explica Rafael Serradura, diretor do departamento comercial do Grupo RENTAL-COINS. Serradura foi especialmente contratado em meio a reestruturação e também é encarregado das relações institucionais.

Nessa linha de estruturação da nova governança corporativa do grupo, além dos conselhos de administração, foi criado um conselho fiscal com autonomia de seus recursos humanos, bem como poderes para contratação de auditorias independentes que irão monitorar as carteiras do grupo como forma de consolidar total transparência para o mercado. “Por ordem do diretor-presidente do Grupo InterAg, Francis Silva, o carro-chefe da gestão é a ‘transparência’, pautando sempre na celeridade na comunicação com os locadores”, afirma Serradura.

O departamento de relações institucionais ainda divulgou que em razão do cenário mundial de regulamentação de criptomoedas por marcos legais, o grupo acredita que em 2023 já trabalhará a expansão internacional com abertura de escritórios e backoffices também em outros países do continente americano.

Continue lendo
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque