Conecte-se Conosco

Negócios

Valorização das mulheres: como a interseccionalidade impacta nos avanços dessa pauta e trava a inclusão efetiva de mulheres no mercado de trabalho

Publicado

em

Censos de Diversidade produzidos por Liliane Rocha, CEO e Fundadora da Gestão Kairós, comprovam que ainda há muito o que melhorar para que o tema da igualdade de gênero esteja equacionado no Brasil

A inclusão de mulheres no mercado de trabalho ainda demanda muita atenção, principalmente quando analisada a partir da interseccionalidade feminina. Neste mês, em que celebramos a luta histórica das mulheres por igualdade de gênero, a especialista Liliane Rocha, CEO e Fundadora da Gestão Kairós, consultoria de Sustentabilidade e Diversidade e Conselheira Deliberativa do Instituto Tomie Ohtake, chama a atenção para um equívoco que tem se perpetuado: o entendimento de que a questão feminina está equacionada. “Quando falamos sobre o direito das mulheres, muitos entendem que este tema já foi resolvido dentro das empresas, pois focam exclusivamente no percentual de mulheres em cargos de base, desconsiderando o quanto seguem extremamente sub-representadas na liderança, sobretudo no nível gerente e acima, e deixam de observar que a representatividade presente, muitas vezes é quase que exclusivamente de  mulheres brancas, heterocisnormativas e sem deficiência. Deixando de fora mulheres negras, LGBTQPIAN+, com deficiência, periféricas, entre outros”.

O estudo Diversidade, Representatividade e Percepção – Censo Multissetorial da Gestão Kairós 2022 traz dados interseccionais que comprovam a necessidade de ampliação da consciência de que, quando se trata de mulheres, existem diversos recortes a serem considerados antes de propagar que há avanços significativos na temática, principalmente no mercado de trabalho. Entre os mais de 26 mil respondentes do estudo, no quadro funcional das empresas, são 32% de mulheres. Porém, quando recortamos os dados, 88% são mulheres brancas, 9% são mulheres negras (sendo 7% pardas e 2% pretas), ou seja, número quase 10 vezes menor em termos de representatividade, seguidas por 2% de mulheres amarelas e 0,2% de mulheres indígenas.

Já quando analisada a questão da diversidade sexual, os dados mostram que no quadro funcional, 97,4% das mulheres são heterossexuais, 1,5% são lésbicas e 1,1% são bissexuais. Ao todo, 99,7% são cisgêneras e apenas 0,3% transgênera. No que se refere à deficiência, 99,6% das mulheres não têm deficiência e 0,8% são mulheres com deficiência. Em relação à idade, apenas 7,6% têm 40 anos ou mais e somente 1,4% têm 50 anos ou mais.

Ainda de acordo com esse estudo, os números caem drasticamente quando se trata dos cargos de liderança (gerente e acima): 25% são mulheres, 3% mulheres negras (2% pardas e 1% pretas). “É possível observar que, quanto mais marcadores identitários, menor é a representatividade dentro das estruturas. Na média da Gestão Kairós, que aponta 25% de mulheres e 75% de homens, o número de mulheres negras é cerca de 7 vezes menor que o número de mulheres brancas, com o percentual de mulheres pardas sendo o dobro de mulheres pretas”, explica Liliane Rocha.

Em termos de diversidade sexual na liderança das empresas, lésbicas são 0,8% e bissexuais 1,1%. “Outro fato que devemos atentar é que quanto maior o nível hierárquico dentro das estruturas, maior é a tendência da autodeclaração como heterossexual. Uma hipótese é de que esse público, em particular, se sinta menos confortável em autodeclarar sua orientação sexual. Portanto se houver mulheres LGBTs elas não se declaram”, acredita a especialista. Ainda olhando para os dados de liderança, mulheres com 40 anos ou mais são 11,4% e com 50 anos ou mais 2,4%. “Em uma sociedade que vive a inversão da pirâmide etária, na qual a expectativa de vida é de pelo menos 76 anos, vemos que a representatividade de mulheres com a partir de 50 anos é cerca de 4,7 vezes menor em relação às mulheres com entre 40 e 49 anos. Isto é estruturalmente muito grave.”, reforça Liliane Rocha.

Já o estudo Publicidade Inclusiva – Censo de Diversidade das Agências Brasileiras 2023, produzido pela Gestão Kairós em parceria com o ODP (Observatório da Diversidade na Propaganda) e realizado com 24 agências de publicidade, representando cerca de 6300 respondentes, no quadro funcional (330 funcionários), 57% são mulheres e 21% são mulheres negras. Já na liderança das agências, entre os 105 líderes (gerente e acima), 49,8% são mulheres e 4,6% são mulheres negras. Desse contingente, entre os 13 CEOs e Presidentes de agências, apenas 1 é mulher – importante reforçar que na ocasião em que o estudo foi feito não havia nenhuma mulher negra nesses cargos.

“Precisamos repensar a posição da mulher sob os aspectos de gênero, raça, sexualidade, idade etc. o que me remete a um conceito importante introduzido por Simone de Beauvoir, que nos revela a mulher como sendo sempre vista como o ‘outro’, a partir da perspectiva do homem, e jamais como a si mesma. Concordo totalmente com o conceito, e, enquanto mulher negra peço licença à autora para acrescentar que a mulher negra é o ‘outro’ não só na perspectiva do homem, como também da mulher branca, que ainda insiste em nos enxergar como uma unidade. Se continuarmos com essa universalização do que é ser mulher, partindo sempre da representação da mulher branca, deixamos claro que, mesmo na tentativa de tratar o tema de diversidade de forma consciente e inclusiva, como sociedade seguimos falhando, excluindo e marginalizando as mulheres”, finaliza Liliane Rocha.

Sobre Liliane Rocha

Fundadora e CEO da Gestão Kairós – Consultoria de Sustentabilidade e Diversidade. Executiva com 19 anos de carreira em grandes empresas nacionais e multinacionais.

Conselheira Deliberativa do Instituto Tomie Ohtake, Conselheira Consultiva de Diversidade da Ambev (2020 – atual), do Conselho do Futuro do IBGC (2022-2023), Impacto – CEOs Legacy Fundação Dom Cabral (2018-2022), Novelis do Brasil (2021-2022) e Moove (2022).

Docente na Pós-Graduação na FIA/USP, Professora Influenciadora na Pós-PUCPR. Mestre em Políticas Públicas e MBA Executivo em Gestão da Sustentabilidade pela FGV. Especialização em Gestão Responsável para Sustentabilidade pela Fundação Dom Cabral, e Relações Públicas pela Cásper Líbero.

Reconhecida como Linkedin Top Voice em 2023 e como uma das 50 Mulheres de Impacto América Latina 2022 pela Bloomberg Línea, e por quatro vezes como uma das 101 Lideranças Globais e mais Proeminentes de Diversidade e Inclusão pelo World HRD Congress. Colunista da Época Negócios, da VOGUE e do InvestNews, na coluna ESG News com Liliane Rocha.

Autora do livro “Como ser uma Liderança Inclusiva”, e Detentora Oficial no Brasil do termo e conceito Diversitywashing – Lavagem da Diversidade – desde 2016, devidamente registrado no Instituto Nacional de Propriedade Industrial sob nº 914651994.

Continue lendo

Negócios

Patrícia Mirza da empresa Hith Lab leva experiência única ao Festival de Cannes, promovendo marcas com glamour e inovação

Publicado

em

De

A experiência exclusiva oferecida pela Hith Lab para marcas e empresas

O Festival de Cannes é mais do que apenas uma celebração do cinema; é um encontro de glamour, luxo e inovação que atrai os olhares de todo o mundo. Para o evento deste ano, que acontecerá de 14 a 25 de maio de 2024, a Hith Lab, empresa especializada em Gestão de marcas, Agenciamento de talentos e Global Experience Marketing, está preparando uma experiência exclusiva e imersiva.

Sob a liderança da empresária brasileira Patrícia Mirza, a Hith Lab se destaca como uma parceira chave para marcas que buscam se destacar no mercado de luxo. Com foco em fluência, criatividade, inovação e marketing de influência, a empresa promete oferecer estratégias de posicionamento de alto nível para marcas e empresas durante o Festival de Cannes.

Cannes é conhecida como uma das regiões mais importantes para o comércio de luxo, depois de Paris, e durante o festival, os olhos do mercado de luxo estarão completamente voltados para lá. A Hith Lab reconhece essa oportunidade única e está preparada para criar ativações memoráveis que colocarão as marcas em evidência, desde jantares de gala até eventos exclusivos em beach clubs, tudo com a deslumbrante paisagem da Costa Francesa como pano de fundo.

Além de garantir presença nos eventos glamorosos do tapete vermelho, a Hith Lab se compromete a promover suas marcas durante todo o período do festival, garantindo visibilidade e alcance internacional. Seja por meio de publicidade com influenciadores renomados ou pela criação de ativações personalizadas, a empresa garante que as marcas estarão em destaque, gerando conteúdo de luxo para a imprensa mundial.

Com a expertise da Hith Lab em marketing de influência, experiência e criação de conteúdo de alto nível, o Festival de Cannes se torna não apenas uma oportunidade para celebrar o cinema, mas também uma plataforma para marcas que desejam alcançar novos patamares de reconhecimento e sucesso global.

Agência: SEO NOTÍCIAS  @googlenoticias

Continue lendo

Negócios

Summit Films assina contrato de parceria com TV Connect USA (TVC)

Publicado

em

De

Acordo visa ampliar a visibilidade dos projetos desenvolvidos pela Summit, levando suas produções inovadoras a um público ainda maior

Nesta terça-feira (28), a Summit Films, produtora especializada em documentários e produções cinematográficas, deu um grande passo rumo ao futuro ao assinar um contrato de parceria com a TV Connect USA (TVC). O acordo foi firmado pelo CEO da Summit, Renan Lincoln, com o objetivo de levar os projetos da produtora a um público ainda maior, através da TV Connect USA (TVC).

A Summit Films é conhecida por criar histórias cativantes que deixam uma marca duradoura. Entre seus projetos de destaque estão o documentário “Cidade Delas”, que celebra a trajetória de mulheres brasileiras empreendedoras nos Estados Unidos, e “The Business Titans”, que narra a história de empresários homens que fizeram fortuna no país. Outros projetos notáveis incluem “Go Busy” e “Behind the Kitchen”, cada um trazendo uma abordagem única e envolvente.

Renan Lincoln, CEO da Summit Films, expressou seu entusiasmo com a nova parceria: “Estamos entusiasmados com essa nova fase da Summit Films. A colaboração com a TV Connect USA nos permitirá levar nossas histórias a um público ainda maior, fortalecendo nossa missão de criar narrativas que deixem uma marca duradoura. Essa parceria também abre portas para o desenvolvimento conjunto de novos projetos, unindo forças e criatividade para produzir conteúdos de alta qualidade.”

O primeiro projeto a ser veiculado na TV Connect USA será “Cidade Delas”, no mês de junho de 2024, seguido pelos demais trabalhos da Summit. As produções poderão ser assistidas em todas as plataformas que a TV Connect USA disponibiliza seus conteúdos, como: aplicativo, site e canal no YouTube. A expectativa é que essa exposição adicional não só aumente a visibilidade das produções, mas também atraia novas oportunidades e parcerias para a Summit Films.

Além disso, a parceria posiciona a Summit como uma das produtoras colaboradoras da TV Connect. Isso significa que a Summit não só terá seus projetos exibidos pela TVC, mas também contribuirá para o desenvolvimento de novos projetos idealizados pela TV Connect. Essa sinergia promete trazer uma nova onda de criatividade e inovação para ambas as partes.

Este acordo marca um momento significativo na trajetória da Summit Films, consolidando sua posição no competitivo mercado audiovisual dos Estados Unidos. A parceria com a TV Connect é um reconhecimento do talento e da qualidade das produções da Summit, e uma oportunidade para a produtora ampliar ainda mais seu impacto.

Com essa nova fase, a Summit Films reafirma seu compromisso com a criação de conteúdo de alta qualidade, que captura a essência e a diversidade das experiências humanas. A expectativa é de que, através dessa colaboração, a Summit continue a inspirar e a entreter audiências ao redor do mundo com suas histórias envolventes.

Sobre a Summit Films

A Summit Films é uma produtora que atua nos Estados Unidos. Especializada em  documentários, produções cinematográficas para webséries, redes sociais, comerciais e realities shows, a Summit possui como projetos o documentário Cidade Delas, que conta a história de mulheres brasileiras que fazem sucesso empreendendo nos Estados Unidos; o documentário The Business Titans, que conta a história de empresários homens que fazem fortuna nos Estados Unidos empreendendo; além do Go Busy e do Behind the Kitchen.

Sobre a TV Connect USA

A TV Connect USA é uma emissora de televisão por streaming, baseada nos Estados Unidos e com conteúdo voltado para o brasileiro que vive no exterior.

Com uma grade bastante diversificada, o canal tem como três pilares a informação, prestação de serviço e entretenimento. Diariamente milhares de pessoas assistem aos nossos telejornais e boletins informativos que preenchem a grade de programação, se divertem com nossos colaboradores e ainda tem dicas de negócios e oportunidades.

De política à economia, passando por negócios e lazer, a TVC é a ferramenta que estreita os laços entre o brasileiro e os Estados Unidos.

A tecnologia é a aliada da TVC para levar o sinal aos quatro cantos do mundo em todas as mídias sociais, todos os gadgets e as smartvs.

Fotos: Wesley Alisson

Continue lendo

Negócios

De empreendedor a empresário de sucesso a história de Alexandre César Mendes

Publicado

em

De

Nascido em 20 de agosto de 2004, Alexandre César Mendes, natural de Goiânia, Goiás, sempre demonstrou um espírito empreendedor. Desde cedo, mostrou uma visão diferenciada, ao monetizar suas amizades aos quatro anos de idade, cobrando R$1 dos colegas para brincar com ele. Aos sete, vendeu espetinhos de churrasco feitos pelo pai por R$2, evidenciando sua habilidade em identificar oportunidades de negócio.

Na escola, Alexandre não se destacava como aluno exemplar, com notas na média de 7 a 8. Um comentário de seu professor de química no 9° ano, afirmando que ele não seria ninguém com aquelas notas, foi um catalisador para a mudança. Decidido a não seguir o caminho convencional, Alexandre mergulhou no mundo do marketing digital, inspirado por Thiago Finch, uma referência no setor. Finch apresentou-lhe conceitos que transformaram sua visão sobre energia, ambiente e objetivos pessoais.

https://www.instagram.com/_alexandremendes_1

Alexandre então criou seu primeiro Dream Board, com metas ambiciosas como ter seu próprio carro e PC, ser dono de uma empresa, viajar para os Estados Unidos e dar orgulho aos pais. Poucos meses depois, seu pai, Jefferson Mendes, anunciou uma mudança para os Estados Unidos, abrindo um mar de oportunidades para o jovem.

Chegando aos EUA aos 14 anos, enfrentou a barreira do idioma, mas em seis meses já dominava o inglês. Trabalhando em construção e estudando online, ele seguiu o conselho de sua mãe, Alessandra Mendes, sobre a importância do mundo digital. Com 16 anos, comprou seu primeiro carro, um Honda Civic 2017, mas logo se distraiu com festas e uma desilusão amorosa. Este período turbulento foi superado com inspiração na Bíblia e nos vídeos de Thiago Finch, restaurando seu foco.

Aos 17 anos, Alexandre fundou a MM Marketing, uma empresa de marketing digital, junto com dois amigos. A MM Marketing, baseada nos EUA com espírito brasileiro, oferece estratégias avançadas de branding e captação de leads, além de agenciamento de influenciadores digitais e criação de conteúdo de alto engajamento.

Hoje, aos 19 anos, Alexandre continua inspirado pela determinação de seu pai e a fé cristã, buscando impactar vidas como foi impactado por Finch. Ele mantém um relacionamento com uma mulher de valores cristãos e já cumpre seu primeiro Dream Board. Alexandre, que agora tem novos objetivos para os próximos cinco anos, reflete: “Estamos orgulhosos, filho!”, é a maior recompensa que já recebeu.

E você, leitor? Vai apenas assistir ou vai mudar de vida junto com ele?

https://mmmarketingusa.com

Continue lendo

Destaque