Conecte-se Conosco

Negócios

GCS Capital adquire Dayna Capital e Dayna Rural e abre escritório em Goiás para ampliar atuação no agronegócio brasileiro do Centro-Norte

Publicado

em

Referência em gestão de investimentos no setor agro, GCS quer promover uma revolução na região, conectando empresários locais a oportunidades pelo Brasil e pelo mundo

A GCS Capital, uma das gestoras de investimentos brasileiras referências no setor agro wealth management, acaba de dar um passo importante na consolidação da sua área focada no agronegócio brasileiro e anuncia a aquisição da Dayna Capital e da Dayna Rural, escritórios de investimentos com forte atuação na região Centro-Norte do País. Com isso, a GCS que já conta com unidades em São Paulo (SP), Curitiba (PR) e Emirados Árabes Unidos, com instalações em Dubai, agora tem endereço fixo em Goiânia (GO).

Com o movimento estratégico, toda a estrutura de executivos da Dayna Capital e da Dayna Rural foi incorporada à GCS e com isso o time de especialistas passa a contar com Amélio Chiaratto, especialista em comercialização de grãos; Evanderson Carvalho, especialista em crédito privado; Gabriel Hartt, analista de investimentos e especialista em comercialização de grãos; Rubens de Oliveira, consultor e assessor de investimentos; além de Youssef Ali, consultor e assessor de investimentos.

“Nos últimos dois anos, vimos investindo fortemente no setor do agronegócio que sempre foi muito carente de atenção por parte do mercado financeiro. Inicialmente, alocamos executivos na região Centro-Norte a fim de mapear o mercado e avaliar as oportunidades. E entendemos que era necessário estar mais perto do nosso cliente”, explica o CEO da GCS, Charluan C. Gamballe. “Dessa forma, vamos levar a esse empresário a possibilidade de conexão comercial mais vantajosa com todo o Brasil e também com o exterior”, destaca.

O agronegócio em 2023 teve um ano de forte crescimento, com a abertura do mercado internacional para os negócios brasileiros. O ano passado fechou com balança comercial tendo um saldo recorde de US$ 98,8 bilhões, ante um resultado de US$ 61,5 bilhões do ano anterior. Um salto de mais de 60% e o agronegócio registrando uma participação substancial para esses números. Porém, boa parte dessa fatia foi levada pelo agronegócio do Sudeste, que respondeu por mais de 40% da participação.

Oliveira acredita que para 2024 com a chegada com força de oportunidades de acesso ao capital privado o Centro-Norte ganhe maior representatividade. “Como gestora de investimentos, nós vamos em busca de gerar oportunidades com a criação de Fundos de Investimento em Cadeias Agroindustriais (Fiagro) e mais do que isso, levar alternativas de comercialização da safra aos empresários, que hoje ficam muito limitados e se veem “reféns” de poucas oportunidades que não valorizam o agro”.

Para Chiaratto, que é especialista na comercialização de grãos, “com essa capilaridade nas possibilidades de geração de negócios vamos levar ao produtor alternativas mais rentáveis. Essa chegada da GCS traz para a região não apenas novas modalidades de negócio, mas também uma fácil conexão do produtor com todo o mercado internacional, onde as possibilidades de negociação são praticamente infinitas e muitas vezes mais rentáveis”.

A GCS Capital também chega com força à região Centro-Norte para auxiliar as empresas a estarem prontas para buscar recursos privados para viabilizar suas produções e esse movimento passa pelo alinhamento às práticas ESG – Environmental, Social and Governance (Meio Ambiente, Social e Governança). Para acessar o capital privado é preciso que as empresas estejam 100% em dia com as boas práticas de governança. “A nossa solução é ofertar os recursos e preparar o agro a acessar esse capital”, orienta Youssef Ali.

Conexão Goiás-Dubai

Conectar o Centro-Norte ao Oriente Médio é outro ponto importante. Para Gabriel Hartt, “o interesse dos brasileiros pelos Emirados Árabes Unidos, especialmente por Dubai, tem crescido e os motivos são claros: incentivos fiscais, diversificação de investimentos e acesso a novos mercados em expansão”. Dados recentes do Ministério das Relações Exteriores mostram atualmente mais de 10 mil brasileiros vivem por lá – algo 60% maior que os números de 2021. E há os que buscam apenas gerar negócios a partir de um novo hub, que atrai e incentiva negócios.

Gamballe ressalta que a decisão por abrir um escritório nos Emirados Árabes Unidos teve como propósito, além de incentivar o movimento dos brasileiros, oferecer aos interessados segurança maior nas transações com o país árabe. “Com essa base, nossos clientes têm suporte local em português e um time totalmente dedicado em Dubai para cuidar dos interesses”, comenta. “Somos uma extensão dos nossos clientes”.

Gamballe que há anos vive na ponte aérea Brasil – Emirados Árabes ainda evidencia oportunidades de investimento na região para quem busca diversificar seu patrimônio ou ampliar seus negócios. De acordo com o executivo, a Bolsa de Valores de Dubai está repleta de oportunidades para investidores estrangeiros, que vão de ações, títulos, passam por commodities e derivativos. “Dubai está aberta aos brasileiros e todo bom investidor precisa estar atento a grandes oportunidades”, finaliza.

Sobre a GCS Capital

GCS Capital é uma gestora de recursos autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), com certificações na ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) e signatária do PRI (Principles for Responsible Investment), Iniciativa Financeira do Programa da ONU para o Meio-Ambiente (UNEP FI) e Pacto Global da ONU. É registrada perante a CVM na categoria Gestor de Recursos e Distribuidor de Fundos Próprios de Investimento, é a empresa responsável pela idealização e estruturação do Complexo Turístico Mirante da Santa. Com expertise elevada no mercado financeiro, imobiliário e agronegócio, realiza a gestão profissional de recursos, investimentos e patrimônio, estruturação e gestão de fundos de investimento, operações estruturadas de crédito e câmbio, entre outras soluções completas de Asset & Wealth Management.

Mais informações: https://www.gcscapital.com.br

Continue lendo

Mingos Lobo

Empreendedorismo Social: quando ativismo se torna uma carreira de sucesso

Publicado

em

De

No cenário atual, o empreendedorismo social emerge como uma poderosa ferramenta para transformar comunidades e promover justiça social. Uma das figuras que se destacam nessa área é Tatiana Souza, presidente do Instituto Macedônia, cuja liderança visionária tem sido crucial para o sucesso da instituição.

Fundado em 1985, o Instituto Macedônia surgiu do engajamento dos moradores do Jardim Macedônia em movimentos populares liderados por mães da região. Tatiana, que começou como educadora, assumiu a presidência e transformou a organização, expandindo seus serviços de três para quinze em parceria com a prefeitura de São Paulo. Atualmente, o instituto emprega cerca de 250 funcionários, oferecendo uma ampla gama de serviços que atendem crianças, mulheres, idosos e promovem o empreendedorismo e a sustentabilidade ambiental.

A liderança feminina no terceiro setor tem mostrado resultados notáveis no Brasil. Segundo dados recentes, as ONGs lideradas por mulheres têm crescido significativamente. Um exemplo notável é a Casa Durval Paiva, em Natal, que tem se destacado pela inovação e impacto social, lançando aplicativos para melhorar a comunicação e doações​​. Outra organização de destaque é a Rede Mulher Empreendedora, liderada por Ana Fontes, que tem apoiado milhares de mulheres a iniciar e expandir seus negócios, promovendo a igualdade de gênero no empreendedorismo​.​

Dados e Impacto

Estudos mostram que as mulheres líderes tendem a gerar melhores resultados econômicos e sociais. De acordo com o Global Gender Gap Report de 2022, os negócios liderados por mulheres cresceram 41%, enquanto aqueles liderados por homens aumentaram apenas 22%​. Além disso, a promoção da igualdade de gênero em altos cargos executivos pode aumentar o PIB global entre US$ 2,5 trilhões e US$ 5 trilhões​ ​.

Tatiana Souza exemplifica esse impacto positivo. Sob sua gestão, o Instituto Macedônia não só expandiu seus serviços como também tornou-se um modelo para outras ONGs. Tatiana presta consultoria para diversas organizações, ajudando-as a crescer e a se tornarem parceiras estratégicas do governo, replicando o sucesso do Instituto Macedônia em outras comunidades​.

O Impacto do Instituto Macedônia

O Instituto Macedônia tem uma missão clara: ser uma luz de esperança, contribuindo para o autodesenvolvimento, educação e cidadania de crianças, adolescentes e famílias. Sua visão é criar uma comunidade mais justa e inclusiva, transformando a vida de pessoas em situação de vulnerabilidade por meio de seus projetos. Os valores do instituto incluem união popular, empoderamento individual, inclusão social, educação integral, dignidade e respeito.

Entre os diversos serviços oferecidos, destacam-se:

  • CAE Idoso: Serviço que promove a socialização e participação ativa das pessoas idosas na vida social.
  • Rede Cozinha Escola: Programa que distribui 400 marmitas diárias gratuitamente, combatendo a insegurança alimentar.
  • SASF: Oferece atividades de convivência e fortalecimento de vínculos para famílias e indivíduos em situação de vulnerabilidade.
  • CAE Mulher: Atendimento a mulheres em situação de violência doméstica, oferecendo proteção integral e apoio à autoestima.
  • NCI: Atividades para pessoas com 60 anos ou mais, estimulando a construção e reconstrução de suas histórias e vivências.
  • CCAS: Ambiente de convivência para crianças e adolescentes, abrangendo desde jogos até cultura e esportes.
  • SAICA: Trabalho de cuidado, orientação e proteção integral a crianças e adolescentes em situação de risco.
  • CEIS: Garantia de um ambiente seguro e desafiador para o desenvolvimento infantil.

Conclusão

O empreendedorismo social, impulsionado por líderes como Tatiana Souza, demonstra que ativismo pode, sim, ser uma carreira de sucesso. As mulheres no comando dessas organizações não apenas promovem mudanças significativas em suas comunidades, mas também inspiram futuras gerações a seguir seus passos, mostrando que é possível transformar a sociedade através da dedicação e liderança.

Tatiana Souza destaca a importância da liderança feminina no setor social: “Acredito que quando as mulheres assumem a liderança, trazem consigo uma perspectiva única e essencial que promove a inclusão e o desenvolvimento sustentável. Meu objetivo é continuar inspirando e capacitando outras mulheres a seguirem esse caminho, transformando ainda mais vidas e comunidades.”

Essa trajetória exemplifica como o ativismo e o empreendedorismo social podem convergir para criar uma carreira gratificante e de grande impacto social.

Sobre o Instituto Macedônia

Fundado em 1985, o Instituto Macedônia é uma organização sem fins lucrativos com sede em São Paulo, dedicada a promover o autodesenvolvimento, a educação e a cidadania de crianças, adolescentes e famílias em situação de vulnerabilidade social. Com mais de 40 anos de atuação, o instituto cresceu significativamente sob a liderança de Tatiana Souza, expandindo seus serviços de três para quinze, em parceria com a prefeitura local. O Instituto Macedônia é reconhecido por sua abordagem inclusiva e por fomentar a união popular, o empoderamento individual, a educação integral e a dignidade humana. A organização é um farol de esperança para a comunidade, transformando vidas através de uma vasta gama de serviços e programas que incluem suporte a idosos, mulheres e crianças, além de projetos focados em meio ambiente e empreendedorismo.

Sobre Tatiana Souza

Tatiana Souza é empresária e presidente do Instituto Macedônia, onde começou sua jornada como educadora. Com um vasto histórico profissional que inclui assessoria parlamentar e assistência social, Tatiana tem sido uma peça fundamental na expansão e no impacto contínuo do Instituto. Sob sua liderança, o Instituto Macedônia fortaleceu sua infraestrutura e expandiu suas operações, aumentando significativamente o alcance de seus programas de assistência. Tatiana é conhecida por sua dedicação  à justiça social e seu compromisso com a melhoria da qualidade de vida das pessoas em situação de vulnerabilidade. Através de sua liderança  , ela continua a inspirar uma equipe de mais de 200 colaboradores dedicados a fazer a diferença na comunidade.

Continue lendo

Ciência

Dupla Alex & Matielo revela mais uma pérola musical com o lançamento de “Bluetooth”

Publicado

em

De

A dupla sertaneja Alex & Matielo está pronta para incendiar as plataformas digitais com o lançamento da sua terceira faixa do DVD “No Tempo Certo”. Intitulada “Bluetooth”, a música promete envolver os ouvintes com sua melodia contagiante.

Combinando harmonias irresistíveis e letras que falam ao coração, “Bluetooth” é mais uma prova do talento inegável da dupla em criar músicas que ressoam com o público. O lançamento oficial está marcado para sexta-feira, dia 14 de junho, em todas as plataformas digitais, além de uma estreia especial no YouTube às 12h.

Gravado em Goiânia, o DVD “No Tempo Certo” promete ser uma verdadeira celebração da música sertaneja, e “Bluetooth” é uma adição empolgante a este projeto ambicioso.

Prepare-se para mergulhar em uma experiência musical única com Alex & Matielo. Não perca o lançamento de “Bluetooth” e acompanhe todas as novidades da dupla nas redes sociais.

Para ouvir “Bluetooth”, acesse: Bluetooth – Alex & Matielo: https://onerpm.link/bluetooth_alexematielo

Continue lendo

Negócios

Temporadas de praia do Araguaia/Tocantins aquece economia regional

Publicado

em

De

(Praia de Luiz Alves, em São Miguel do Araguaia – Goiás. Crédito: Prefeitura de São Miguel do Araguaia)

Mais de 1 milhão de turistas devem frequentar as praias do rio Araguaia apenas no estado de Goiás. A temporada de praias de água doce no estado do Tocantins aguarda  Mais de 1 milhão e meio de turistas

As praias temporárias ao longo dos rios Araguaia e Tocantins não só criam paisagens deslumbrantes, mas também se transformam em importantes pólos turísticos durante a estação seca, entre junho e agosto. Essas extensas áreas de areia atraem visitantes para atividades como camping e lazer, enquanto na estação das cheias, os passeios de barco e a observação da natureza renovada predominam.

Além de serem pontos de encontro e recreação, estas praias desempenham um papel catalisador na economia local. O turismo impulsiona o crescimento dos negócios locais, aumentando a oferta de empregos e melhorando a infraestrutura. Dados de 2023 do Ministério do Turismo revelam que a economia das regiões Centro-Oeste e Norte é significativamente influenciada pelo fluxo sazonal de turistas. O Anuário Estatístico do Ministério aponta um aumento de mais de 120% na demanda por restaurantes e hotéis, refletindo diretamente em uma maior taxa de ocupação e em um aumento no volume de negócios.

Em 2024, a Temporada de praias do Rio Araguaia em Goiás, conhecida como “Temporada Mais Araguaia” espera atrair mais de 1 milhão de turistas nos meses de junho e julho. Para o Tocantins, a expectativa é de que a temporada também seja movimentada, com cerca de 1 milhão e meio de turistas passando pelas diversas cidades com atrativos turísticos. 

Aquecimento do Varejo

(Novo Mundo.Com destaca aumento na venda de essenciais para atividades ao ar livre)

De acordo com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), durante os meses de junho e julho, coincidindo com a temporada de praias, observa-se um aumento na procura por produtos essenciais para atividades ao ar livre. Entre os itens mais procurados estão caixas e bolsas térmicas, churrasqueiras, cadeiras de praia e panelas elétricas, que registram um crescimento significativo nas vendas. O relatório do Ministério do Turismo aponta ainda um incremento de mais de 50% nas vendas de artigos de caça, pesca e acampamento.

Bruno Lobo, Gerente de marketing da NovoMundo.Com, um dos principais varejistas do Centro-Norte do país, destaca a crescente demanda observada nas lojas da rede. “Há um aumento expressivo na busca por equipamentos essenciais em acampamentos como colchonetes, panelas elétricas, ventiladores, caixas de som, estes itens são muito procurados por aqueles que planejam acampar. Os produtos oferecem conforto e praticidade para os clientes, que buscam aproveitar suas férias ao máximo,” explica. Comparado ao ano anterior, a rede NovoMundo.Com espera um crescimento nas vendas desses itens de cerca de 15%. “Essa tendência de aumento reflete-se tanto nas nossas vendas físicas quanto no comércio eletrônico, indicando um forte impulso em ambos os canais,” conclui.

Mercado da Moda também comemora aumento das vendas

(Mega Moda Park, uma das unidades do shopping atacadista Mega Moda)

O mercado da moda regional também celebra a temporada com a venda de moda praia. Com mais de 1500 marcas, sendo 73% delas produtoras de moda própria, as vitrines das unidades do Mega Moda, composto pelo Mega Moda Shopping, Mega Moda Park e Mini Moda, já exibem as últimas tendências do segmento e apostam em uma boa movimentação para o período.

“Segundo dados dos nossos lojistas do segmento, a expectativa é que a demanda por biquínis, sungas, maiôs e saídas de praia supere os 50% até o final do mês. Temos recebido ônibus de compras de cidades com ‘praias de rio’ de Goiás e de outros estados como Tocantins, Pará e Mato Grosso, em busca deste tipo de produto”, afirma Paula Sepulveda, Gerente de marketing do Mega Moda.

Continue lendo
Propaganda

Destaque