Conecte-se Conosco

Notícias do Dia

Sair da inadimplência: o drama de 70 milhões de brasileiros

Publicado

em

Trocar uma dívida cara por outra mais barata pode ser uma solução. Mas encontrar quem empreste com juros menores está difícil. Quem investe em previdência privada fechada tem o próprio plano como fonte de crédito mais barato

A queda na renda das pessoas somada a uma taxa básica de juros nas alturas tem contribuído para que mais e mais pessoas fiquem inadimplentes. Dados da Serasa Experian divulgados no final de fevereiro mostram que 70 milhões de brasileiros estão em atraso com suas dívidas, um recorde histórico. Em tempos de vacas gordas, o conselho dos especialistas para o consumidor sair dessa situação envolveria a busca de uma segunda fonte de renda, redução de gastos e até a troca da dívida mais cara por outra com taxa de juros menor.

Sendo assim, alguém que está preso ao rotativo do cartão de crédito, cuja taxa de juros gira em torno de 15% ao mês, pode fazer um empréstimo com taxas menores para quitar a dívida. O compromisso continua em outra instituição, mas com parcelas mais leves, permitindo algum planejamento. A dificuldade, porém, é conseguir um financiamento mais barato, já que com a Selic nas alturas, a captação de recursos por parte dos bancos e financeiras também encarece e essa diferença é repassada para os clientes.

Quando o processo de endividamento começa, as concessões de crédito chegam a aumentar porque pessoas físicas e jurídicas recorrem aos bancos e às fintechs na tentativa de equacionar o problema. Porém, o cenário chegou a tal ponto que até a concessão de crédito tem apresentado recuo, em parte, porque as instituições estão se negando a emprestar.

Dados do Índice Neurotech de Demanda por Crédito (INDC), indicador que mede mensalmente o número de solicitações de financiamentos nos segmentos de varejo, bancos e serviços mostram que a busca por financiamento em fevereiro apresentou recuo de 21% na comparação com o mesmo mês de 2022. A maior retração foi do segmento de serviços (-34%), seguido por bancos e financeiras (-21%) e varejo (-9%). “A alta inadimplência fez com que as instituições se tornassem mais seletivas, trabalhando menos na aquisição de novos clientes. A retração da oferta tem como consequência o recuo da demanda, já que não há mais tantos canais facilitando a obtenção de crédito”, analisa Breno Costa, diretor da Neurotech.

Para muitos, a solução de obter recursos a um custo menor está no consignado. O Conselho Nacional da Previdência social (CNPS) chegou a recomendar que as instituições reduzissem o teto do empréstimo consignado de 2,14% ao mês para 1,70% ao mês e do cartão consignado e de benefícios dos atuais 3,06% a.m. para 2,62% a.m. A princípio uma boa notícia, mas que recebeu protestos. Segundo a ABBC (Associação Brasileira de Bancos), a iniciativa é inviável por conta da alta taxa de juros, que impacta no custo da captação por parte das instituições financeiras.

Planos de previdência

Para aqueles que aplicam dinheiro em alguma instituição fechada de previdência privada, a situação é melhor porque elas podem emprestar com juros menores do que os praticados pelo mercado. Para se ter uma ideia, hoje existem cerca de 300 fundações com ativos que superam R$ 1,3 trilhão. Deste valor apenas 2% são utilizados para concessão de crédito. Desta forma, há um volume potencial de R$ 146 bilhões para que os participantes obtenham de crédito.

“Há margem para atender muita gente que, por falta de conhecimento não busca resolver seus problemas com dívidas por meio deste canal”, afirma Alexandre Teixeira, CEO da uFund, pensiontech especializada na transformação digital e modernização do ecossistema das Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPCs),

O papel das entidades de previdência é administrar os recursos para que seus associados possam ter uma boa aposentaria daqui a alguns anos. Mas oferecer crédito exige uma abordagem diferenciada, que vai da divulgação do benefício, passando por canais de atendimento, análise de risco e controle de pagamento, que exige uma estrutura a mais.

Para facilitar todo esse processo, a uFund criou um ecossistema de canais digitais transacionais e de autoatendimento para facilitar o acesso dos participantes aos seus investimentos e tomada de crédito em poucos cliques. “A diversidade de canais permite que o cliente acesse aquele que tem maior afinidade, seja whatsapp bot, app mobile ou portal web. Na medida em que a solução for sendo adotada pelos fundos de pensão, deverá aproximar os contribuintes, fazendo com que a concessão de crédito pelo canal previdência fechada se torne mais comum.

“As entidades de previdência podem emprestar dinheiro para financiar automóveis, imóveis, bens de consumo, viagens tudo com taxas bem menores do que as cobradas pelo mercado porque o risco é baixo. Os recursos que o cliente tem depositados na instituição por si só servem de garantia, o que reduz consideravelmente os riscos. Além disso, mesmo sendo baixo, o juro cobrado representa um ganho a mais para o fundo de pensão. É bom para ambos os lados.

Segundo a Abrapp (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar), as entidades contam com 3,8 milhões de participantes. A uFund estima que o ecossistema abranja um universo de cerca de 20 milhões de pessoas, incluindo parentes, potenciais novos participantes e outros agentes, “É uma quantidade relevante de pessoas atreladas aos fundos. Possivelmente vários deles poderão se beneficiar com empréstimos mais acessíveis e baratos caso tomem conhecimento e contem com canais de atendimento simples e transparentes como é o caso do nosso aplicativo”, comenta Teixeira.

Continue lendo
Clique para comentar

Responder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cultura

O estado de sítio é um dispositivo burocrático definido pela nossa Constituição.

Publicado

em

De

O estado de sítio é um dispositivo burocrático definido pela nossa Constituição para ser exercido em momentos em que a ordem do Estado Democrático de Direito está gravemente ameaçada. Essa medida de exceção deve ser autorizada pelo Congresso Nacional e já foi utilizada em diversos momentos de nossa história republicana.
Acesse também: Desobediência civil – conceito, surgimento e exemplo

Entendendo o estado de sítio
O estado de sítio é um dispositivo burocrático que faz parte de ações utilizadas pelos governos modernos em situações entendidas como emergenciais. É utilizado pelo governo em situações nas quais a ordem do Estado Democrático de Direito está ameaçada.

Em nosso país, o estado de sítio é uma medida de exceção do governo, e por causa disso possui prazo de atuação limitado, exceto no caso de guerra. Como medida de exceção, o estado de sítio permite que o Executivo sobressaia-se aos outros poderes (Legislativo e Judiciário). Assim, o equilíbrio entre os três poderes é afetado, pois, por ser uma medida tomada em situações de emergência, as decisões tomadas pelo Executivo devem ter ação imediata para garantir a solução do problema.

Em que situações é decretado o estado de sítio?

O funcionamento do estado de sítio no Brasil é definido pela Constituição Federal promulgada em 1988. O texto constitucional trata sobre essa questão do artigo 137 ao artigo 141. Basicamente, a Constituição brasileira define que o estado de sítio poder ser decretado em três situações:

Comoção grave de repercussão nacional;
Fracasso das medidas tomadas no estado de defesa;
Declaração de guerra ou resposta à agressão armada estrangeira.
O decreto do estado de sítio só acontece se o presidente seguir o seguinte roteiro: primeiro, ele deve consultar o Conselho da República e o Conselho da Defesa. Uma vez feita a consulta (o papel dos dois conselhos é apenas opinativo), o presidente deve encaminhar pedido de estado de sítio para o Congresso Nacional.

O estado de sítio só pode ser implantado no Brasil caso seja aprovado no Congresso Nacional.
O estado de sítio só pode ser implantado no Brasil caso seja aprovado no Congresso Nacional.
O Congresso Nacional deve reunir-se em até cinco dias para votar a aprovação desse pedido. Para ser aprovado, a solicitação de estado de sítio deve ter maioria absoluta (50% +1) entre os parlamentares. Caso seja rejeitada, naturalmente, a medida não entra em vigor.

 

“O estado de sítio é um dispositivo burocrático definido pela nossa Constituição”

 

Continue lendo

Notícias do Dia

Adv Daniel Romano esclarece as principais formas que os estelionatos amorosos

Publicado

em

De

Recentemente, uma série belgo-francês denominada “Golpista do Amor” (L´Homme de Nois Vies), ganhou bastante repercussão por conta da atuação do protagonista, Guillaume, vivido pelo ator Jonathan Zaccai , para extorquir e furtar bens e valores das mulheres com quem se relacionava.

Por mais que se trate de uma obra de ficção, esclarece o advogado Daniel Romano Hajaj, essa situação é muito mais comum do que se imagina, pois os estelionatários se valem de sua lábia, da confiança que conquistam e, se não recebem o benefício por iniciativa da vítima, utilizando de meios obscuros para obter essa vantagem.

O advogado esclarece que o “Estelionato Amoroso” acontece quando o golpista de aproveita do relacionamento amoroso para obter vantagens patrimoniais e financeiras sobre a namorada, companheiro, que a bem da verdade, é vista apenas como um cifrão, um cofre a ser aberto.

Esse crime acontece sempre que o golpista convence a vítima a entregar-lhe a administração dos seus bens ou com pedidos sucessivos de valores para resolver emergências falsas, oportunidades falsas de negócios e utiliza de todo o seu poder de sedução para convencer a mulher de que é seu homem ideal e que estarão juntos para o resto de seus dias. Em algumas oportunidades, ele assume uma identidade falsa, utilizando acessórios e veículos de luxo, dando a impressão de que são empresários bem sucedidos, enfatiza o advogado Daniel Romano.

Por mais que pareça impossível, ressalta o advogado Daniel Romano, o crime não é cometido apenas contra mulheres com excelentes condições financeiras ou de idade mais avançada. “O criminoso, que não tem pudor algum, utilizar a menor brecha que achar para fazer um jogo mental e convencer a mulher a lhe dar o que precisa ou quer, muitas vezes, ela nem possui o valor, mas acaba contraindo um empréstimo ou vendendo o que tem para poder ajudar o golpista, que na sua visão, é o melhor dos companheiros”.

E conclui: “Recentemente, no escritório, atendemos 02 (dois) casos, um onde a mulher enviou para o namorado uma quantia para aquisição de um celular de última geração, já que ele iria para o exterior. Nem preciso dizer que ele sequer saiu do bairro onde reside”.

“Outro caso, mais emblemático, a nosso cliente acreditou na palavra do golpista, que afirmava que financiar carros e alugar para motorista de aplicativos era negócio altamente lucrativo. Assim, ela financiou, em seu nome, 07 veículos, no valor médio de 48 mil reais. E todos eles ficaram desaparecidos por meses, até que ela nos contratou e conseguimos recuperar os veículos, negociar com os bancos e recuperar, ao menos, parte de sua dignidade. Porém, além desses financiamentos, o golpista utilizou todos os limites dos cartões de crédito dela e contraiu diversos empréstimos em seu nome, sempre utilizando o valor em seu benefício. Suas restrições no SPC/SERASA, quando nos contratou, ultrapassavam 500 mil reais. Hoje, todo esse passivo já foi resolvido”.

Mas como identificar que a pretensão do “namorado” é apenas a parte financeira?

“Esse é um grande problema”, enfatiza o advogado Daniel Romano, “já que a mulher, muitas vezes, já machucadas por relacionamentos anteriores, não acredita que o interesse do seu namorado é apenas financeiro e por mais que os amigos familiares e amigos lhe alertem, a vítima acaba por romper as relações para defender o namorado e só vai perceber a ilusão muito tarde”.

Ao perceber que foi vítima de um golpe, o advogado Daniel Romano alerta a necessidade de registrar o boletim de ocorrência, não devendo se preocupar com julgamentos ou com vergonha de admitir que foi vítima de um “golpista do amor”.

“A vítima deve, também, alterar senhas, cancelar cartões, e qualquer outro aplicativo que possa ter compartilhado informações, pois, muitas vezes, mesmo não estando mais no dia a dia, o estelionatário, de posse dos dados e informações da vítima, pode causar-lhe ainda mais prejuízo.”

Feito isso, a vítima poderá processar o seu “namorado” cível e criminalmente, mas as chances de recuperar qualquer valor são ínfimas.

Finalmente, o advogado Daniel Romano alerta que para evitar ser vítima desse crime, a mulher deve suspeitar de qualquer pedido de dinheiro, qualquer promessa de ganho rápido e exponencial e muito menos permitir que o seu “namorado” tenha acesso aos seus cartões de crédito e ou conta bancária.

Continue lendo

destaque

Marco Marconi amplia sua expertise: do futebol para a NBA no Canal Boleiros nos Estádios!

Publicado

em

De

Após o sucesso estrondoso do Canal Boleiros Tips, conhecido por seus precisos palpites de futebol, Marco Marconi está pronto para levar sua expertise para o mundo da NBA. Com o lançamento do novo segmento “Boleiros nos Estádios”, os fãs de basquete agora podem contar com os palpites certeiros de Marconi para os jogos da liga norte-americana.

O Canal Boleiros Tips ganhou destaque pela precisão de seus palpites de futebol, conquistando uma legião de seguidores ávidos por dicas certeiras. Agora, os admiradores do trabalho de Marco Marconi têm ainda mais motivos para comemorar, já que o especialista está pronto para compartilhar suas análises e palpites sobre a NBA.

Com uma abordagem única e análises detalhadas, Marconi promete guiar os espectadores pelos jogos da NBA, oferecendo insights valiosos que podem fazer a diferença na hora de apostar ou apenas acompanhar a competição com mais conhecimento. Seus palpites certeiros no futebol já conquistaram a confiança de muitos, e agora ele busca replicar esse sucesso em outro esporte apaixonante.

O lançamento do segmento “Boleiros nos Estádios” representa mais um passo ousado de Marco Marconi no mundo dos palpites esportivos, consolidando sua posição como um dos principais especialistas do ramo. Os fãs podem esperar por conteúdo de alta qualidade e análises precisas, tudo isso no conforto de seu canal favorito.

Continue lendo

Destaque